Aprender e crescer ao viajar

Já estamos à chegar no fim da temporada do programa de embaixadores da momondo. Agora uns dos últimos desafios é contar uma experiência própria que mudou algo em nós, que até tenha mudado mais do que isso.

Que seja em viagem ou no dia-a-dia, todos nós vivemos coisas que podem ajudar à abrir os olhos e mudar de modo positivo a nossa vida. Às vezes são pequenos momentos que vão transformar a nossa existência. Ter consciência do que se passa à nossa volta, saber observar e ter a capacidade de entender é muitíssimo importante neste mundo. Nem toda gente consegue perceber que uns pequenos gestos podem até salvar o planeta.

O respeito é para mim a base de tudo. Tem que ser pelos outros, pela natureza…enfim é o que permite viver em sociedade. Então o que tem a ver o respeito com as viagens e o facto de ter vivido alguma mudança ?

É bem simples, o respeito é o que deve fazer parte de nós porque quem não tem respeito vai ter dificuldades em viajar. Porque viajar fora é conhecer outra cultura, outros hábitos, outra mentalidade, outra língua…é preciso saber respeitar isso tudo porque quem vem do estrangeiro somos nós e somos acolhidos num país que não é nosso. Também é necessário saber preservar o lugar onde vamos. Por exemplo, não sujar a praia com o nosso lixo (e a limpeza vale também no próprio país claro). Mas também vai muito além do meio-ambiente.

Como já falei, quem vem de fora tem que tentar integrar-se e adaptar-se, o que nem sempre é fácil mas sempre vale a pena. Então quando eu viajo sempre faço esforços e mesmo não conhecendo o idioma local, falo em inglês ou pelo menos tento fazer-me entender mas nunca falo francês ou português. Pois, caso ainda não saiba, sou bilingue e é o que me dá uma vantagem mas nem sempre encontro gente que entende uma dessas línguas. E é esse aspecto que queria mencionar.

Várias vezes observei, principalmente em Portugal, turistas franceses à falar diretamente francês em restaurantes, bares etc. Estou à dar esse exemplo porque foi muito relevante para mim, vindo de França e que sempre ouvi muitas historias similares. A comunicação pode ser complicada no estrangeiro mas um esforço é sempre bem-vindo e os habitantes valorizam também. Eu lembro-me de ouvir em França muitos estrangeiros a tentar expressar-se só com o básico e conseguiam desenrascar-se, o que é admirável. Não se pode criticar nem gozar com quem tenta mas pelo contrário ajudar e incentivar. Infelizmente parece que só quem conhece várias línguas tem essa noção.

Então hoje em dia, cada vez que viajo penso em respeitar e fazer sempre um esforço para comunicar mesmo que não seja fluente. Porque sim, o respeito começa por pequenos actos e vale em qualquer parte do mundo.

Agora encontre a sua própria experiência de crescimento em viagem ao pesquisarem voos na momondo !

@momondo #owtravelers #admomondo

Advertisements