Brasil & Marrocos

 

Dos voos de longo curso, aqui estão os primeiros dos quais posso falar: O Brasil à partir de Lisboa e os Marrocos à partir do Rio de Janeiro.

Ainda não tive a oportunidade de dar à volta ao Brasil mas ainda consegui ver um pouco do país.
Sonhava tanto com esse destino, talvez idealizado ou muito imersa, fiz-me a minha própria opinião.
Vou contar um pouco da minha viagem, de alguém que descobriu o país com habitantes locais e familiares.

Tendo os meus sogros no Brasil, estava na hora de passar tempo lá. Para esse tipo de viagem, é sempre melhor planear com antecedência ou, para os grandes aventureiros, porque não testar voos de última hora se puder encontrar preços mais acessíveis.

No nosso caso, não podemos dizer que foi realmente antecipado e hesitamos muito entre um voo direto com a Tap Portugal e um voo de ligação sem ser muito mais demorado. Quando temos um bebé, pensamos mais no trajeto mais curto do que no preço do bilhete. Mas vimos passagens muito acessíveis com a Royal Air Maroc e pensámos porque não ? Lisboa-Casablanca com uma paragem rápida antes de embarcar para o Rio e Rio-Casablanca com um longo intervalo antes de partir para Lisboa. Pensamos que ia ser “fácil” e poderíamos aproveitar para descobrir um pouco de Marrocos na volta. Em resumo, 2 em 1, top ! Bom as coisas não se passaram bem como pretendido… . É muito para relatar, mas resumindo a companhia Royal Air Maroc é de confiança, mas certamente mais para voos curtos. Qualquer problema pode acontecer com qualquer empresa mas aí foi mesmo uma acumulação de coisas negativas. Na ida, o carrinho de nossa filha foi esquecido em Casablanca e entregue 3 dias mais tarde…sem a capa de chuva que vinha dentro. Fomos em Novembro então quem conhece sabe que para um Europeu o tempo está sempre bom, mas chove muito nessa altura.
Para o resto da aventura, lê até o fim !

 

This slideshow requires JavaScript.

 

O Rio de Janeiro é a primeira cidade que visitei. O que posso dizer do Rio…é uma cidade grande que tem muitos contrastes. Até um pouco bem demais para mim…uma grande diferença que mostra uma realidade, ou é pobre ou é rico. O meio-termo é bastante raro. As favelas ao lado dos bairros afluentes, a insegurança que ali reina, um trânsito sempre muito denso, respeitar as leis não é muito “carioca” aparentemente. Quando está imerso, a atmosfera pode ser um pouco pesada se não estiver acostumado. A distância grande para chegar ao centro, por causa de ​​engarrafamentos intermináveis, as obras…faz perder muito tempo para visitar. Então, o primeiro conselho é ficar, se for possível, no centro da cidade perto das áreas turísticas porque os pontos importantes estão lá concentrados.
Além disso, parece ser a festa de segunda a domingo sem parar. É o lado jovial e festivo da população ! Caipirinhas e funk à bombar!

Se é chamada de “cidade maravilhosa”, é óbvio que não é por nada !

O que faz o encanto desta cidade ? Sua paisagem !

 

Além de uma grande parte antiga e mal conservada, casas em cima umas das outras, ainda há bairros mais organizados cercados por rochas. O Rio está no meio de uma vegetação muito bonita, as favelas vão até o topo dos montes e é bastante impressionante.

 

O Cristo Redentor oferece uma vista incrível de 360 graus. A entrada paga-se, mas vale a pena. Descendo ou subindo a costa que leva a ela, há também o miradouro (mirante) Dona Marta que é maravilhoso.

Localizado na Floresta da Tijuca, pode aceder ao Cristo Redentor por baixo pelo Lage Park, tem muita coisa linda para ver. Há também o jardim botânico , magnífico.

As praias mais conhecidas a ver são: Praia de Copacabana, Ipanema, Leblon… Basta andar à beira mar com um coco gelado, bem refrescante!
A Bandeira dos Recreantes também deve ser visto na série praias, paisagem muito bonita como sempre.

Dê um passeio no bairro de Santa Teresa e vá para as Escadas Selarón , não pode perder isso no Rio.
Se o tempo permitir também, vá no Pão de Açúcar e de preferência no pôr-do-sol.
 

Belo Horizonte, segunda cidade que vi, é uma cidade mais organizada e moderna, embora ainda haja algumas favelas (mas menos) e bairros mais privilegiados. Sendo a capital do estado de Minas Gerais, vale a pena parar por lá para saborear as especialidades culinárias da região que são conhecidas e também apreciadas no exterior. Pão de queijo, mexidão, feijão tropeiro… . Além da gastronomia, uns lindos parques podem ser vistos como o: Parque Municipal, Parque das Mangabeiras, Lagoa do Nado, Lagoa da Pampulha … E o mirante da mangabeira , uma vista deslumbrante da cidade e do parque das mangabeiras.

 

Depois fomos para a região dos Lagos, apenas dormimos em Búzios para visitar Arraial do Cabo, o Caribe brasileiro. Bem, ainda há a Rua das Pedras para andar à noite. Só lojas e restaurantes abertos até tarde.
Mesmo sem sol a região é muito linda ! Atalaia e sua infinita escadaria para as praias. Há muitas e caminhos difíceis levam à praias extraordinárias como a Praia do Forno. Na área também há a cidade de Cabo Frio e sua grande praia onde há muitas vezes corujas !
 

O que vou reter acima de tudo, fora da paisagem, é a hospitalidade, empatia e o apoio dos brasileiros em geral. As pessoas preocupam-se e estão sempre prontas para ajudar. Seja entre eles ou com aqueles que vêm de fora, eles não fazem diferença e tratam todos da mesma maneira. Você pode ter certeza de ser bem recebido no Brasil !

 

This slideshow requires JavaScript.

 

Quanto ao regresso a Portugal pelos Marrocos, tivemos uma surpresa desagradável depois do incidente com o carrinho. No início da nossa estadia no Brasil recebemos um e-mail informando que a volta tinha sido cancelada e só remarcado para Rio-Casablanca, mas nada do voo para Lisboa. Tentei então contactá-los por telefone, e-mail, nas redes sociais…e foi aí que eles responderam mais rápido, mas ainda foi muito complicado tipo entre em contacto connosco no Twitter e depois têm que nós enviar um e-mail… . É que, no final da férias, tivemos finalmente alguém por telefone, mas a comunicação cortou depois de nos dizer que receberíamos um e-mail de confirmação. Nenhum e-mail recebido, mais uma vez um problema para ligar para eles. Afinal foi tudo resolvido e logo antes da partida recebemos um e-mail informando do atraso do voo… imagine só a nossa cara… um voo nocturno que foi adiantado para mais de 1 da manhã…quando tem um bebê que não dorme sob qualquer condição não há melhor ! Enfim, ela estava tão cansada que adormeceu rápido no avião. E por acaso reparei que agora ela adormece logo após a descolagem!
É pena que, com bons serviços à bordo e uma viagem agradável, houve todos esses inconvenientes. Tudo isso atrasou o nosso programa em Casablanca. Também é preciso saber que os aeroportos marroquinos são extremamente seguros. Leva então mais tempo para entrar e sair sem contar na imigração (mesmo com prioridade).

Uma vez instalados no hotel perto do aeroporto, conseguimos finalmente passear em Casablanca. Uma coisa é certa, não perdemos o pôr-do-sol e valeu a pena ! Se você tiver a oportunidade de visitar, aqui tem o principal para ver: Mahakma du Pacha, o palacío de justiça, o Mohammed V Square, a old medina, a Mesquita Hassan II é muito impressionante ! Não se esqueça de provar os sabores locais, especialmente os doces !
E acho que não é útil informar que até hoje ainda não recebi nenhum retorno da minha reclamação à companhia aérea… Sabemos para a próxima vez!

 
Note:

– Tenha sempre um repelente, caso haja uma caminhada na floresta por exemplo
– A vacinação contra a febre amarela não é obrigatória, mas é altamente recomendada para andar sem riscos
– Vê o tempo antes de sair e de preferência planeie a viagem quando o tempo estiver bom, porque o Brasil debaixo de chuva perde um pouco do seu charme e não permite ver muito (principalmente no Rio)

Pode ver vídeos no Instagram maviedebohemienne

Advertisements